26 DE JULHO – DIA DO DETETIVE

BANNER-DIA-DO-DETETIVE1-900x358.jpg

Hoje é 26 de julho, e nós detetives particulares do Brasil estamos comemorando o nosso dia.

26 de julho para nós detetives representa o reconhecimento do trabalho de um profissional, cuja profissão existe há milhares de anos. Já no antigo testamento no livro de números no capítulo 13, o Profeta Moisés determinou que um grupo de investigadores, chamado de “espias” naquela época, fossem em missão para observar a Terra de Canaã,  a terra prometida pelo Senhor ao povo de Israel. A missão tinha como detalhar não só o “modus operandi” de vida dos seus habitantes, mas também saber, se o povo era forte ou fraco, se eram muitos ou poucos. Esse era um trabalho de investigação que deveria ser feito minuciosamente nos seus mínimos detalhes.  Ao fim de quarenta dias, os investigadores “espias” retornaram com um relatório completo sobre tudo que viram e ouviram daquele local e daquele povo. Só não conseguiram tirar fotos e fazer filmagens, pois a tecnologia ainda era desconhecida daquelas pessoas. Avançando um pouco mais no tempo, exatamente em 1850, temos o relato da fundação da Agência Nacional de Detetives Pinkerton, fundada por “Allan Pinkerton” nos Estados Unidos da América. No mundo da ficção, no início do século XIX, o personagem de Sherlock Holmes virou o ícone dos detetives particulares do mundo inteiro.

No Brasil não temos nenhum registro oficial sobre quem foi o primeiro detetive particular, mas de uma coisa eu tenho certeza. No Brasil há milhares de pessoas e trabalhadores, homens e mulheres com uma carteira e um certificado de curso de detetive. Se bem que na verdade, muito pouco são os que exercem e vivem de fato da profissão. Isso se dá pelo fato da desunião e do abandono dessa categoria que tem uma função muito importante diante da sociedade. Trazer a luz da verdade, provas verídicas de fatos obscuros e mal explicados. Com uma investigação de inteligência, raciocínio e lógica aplicada, que só o detetive particular sabe fazer. Desculpe a minha pouca modéstia, mas é que eu amo demais esta profissão.

O serviço do detetive particular já está mais do que reconhecido e inserido na sociedade, bastando apenas o seu reconhecimento definitivo pelas autoridades públicas. O que em breve será feito através do PLC 106/14 que irá regulamentar a profissão.

Apesar das dificuldades a categoria vai aos poucos se mobilizando e trabalhando para que esse processo de reconhecimento da profissão e do profissional seja alcançado o mais breve possível. Ainda há muito que se fazer, mas é reconhecido que muito também já se fez, e que os resultados obtidos até agora são destacadamente uma grande vitória para toda a classe.

O meu sonho como profissional, professor e dirigente de classe é ver o sorriso e o orgulho sentido pelos meus companheiros de profissão, que um dia sonharam com este reconhecimento. E que tenho a certeza de que este dia está muito perto de se tornar realidade.

Quero aproveitar a oportunidade de estar me dirigindo aos meus companheiros e detetives particulares de todo o Brasil, para convidá-los a juntar-se ao nosso grupo da Comissão Nacional dos Detetives do Brasil e a ANADIP DO BRASIL, que vem desde a sua fundação trabalhando com seriedade e respeito aos profissionais que fazem parte do seu quadro associativo.

E para finalizar, quero desejar um “Feliz Dia do Detetive” para todos os detetives particulares do Brasil.

Juntos Somos Fortes!

Luiz Gomes

Presidente ANADIP DO BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

scroll to top