PARABÉNS DETETIVES, HOJE É O NOSSO DIA. TEMOS MUITO QUE COMEMORAR!

10498560_595648537221331_394945398468122088_o.jpg

Hoje 26 de julho é um dia muito especial para mim, mas também para milhares de profissionais  e sonhadores como eu.   26 de julho é o dia do detetive particular. O nosso dia. O dia de hoje me fez lembrar de quando comecei na profissão há 28 anos atrás. Era apenas um garoto franzino que descobriu sua vocação aos 21 anos de idade. Como amor à primeira vista, logo se apaixonou pela profissão. As barreiras e as dificuldades da época não foram suficientes para fazê-lo desistir. Lembro-me da minha primeira investigação como assistente numa agência de detetives aqui na minha cidade do Rio de Janeiro. Iludido e enganado pela dona da agência, tive que correr muito numa estrada de barro empoeirada numa zona rural para fugir da encrenca que ela havia me metido. Após me esconder no mato, suando e com as pernas tremendo, consegui chegar na cidade onde embarquei num ônibus e escapei. Mas esta é apenas uma das muitas histórias hilárias e de suspenses que um dia compartilharei com vocês. Mas deixando a brincadeira de lado, chegou a hora de falar sério. Depois de passado 28 anos trabalhando incansavelmente, dia após dia, parei para fazer uma reflexão. Cheguei a conclusão de que tudo que passei , de bom ou de ruim, valeu à pena. Descobri também que após 28 anos de profissão, ainda tenho muito que aprender. Descobri também que o tempo voa sem que percebamos a sua velocidade. E quando achamos que nada vai mudar, eis que a nossa estrela brilha e chega a nossa vez de regozijar e se orgulhar. Foram 28 anos vendo o tempo passar sem que nada de bom acontece-se para a classe dos detetives. Confesso que em alguns momentos fiquei desacreditado, mas algo dentro de mim, falava mais forte ao meu coração. “Não desanime, as coisas vão mudar para melhor”. Há um ditado popular que diz  “A fé remove montanhas”. E quando a fé se une ao amor, tudo pode acontecer. De 1987 a meados de 2013 parecia que nada iria mudar. Mas eis que um grupo de sonhadores de vários Estados reuniram-se, e criaram a primeira entidade de classe atuante de fato, e que apesar do pouco tempo de vida, já mostrou do que é capaz. A ANADIP DO BRASIL, apesar de estar sediada na Cidade do Rio de Janeiro, sua luta em defesa da classe tem se estendido à todos os detetives do Brasil. Já estamos em 2014, outro ano muito especial para a nossa classe. Um ano que também vai ficar na história de toda a categoria. Pela primeira vez após décadas, nossa classe saiu da mesmice onde nada acontecia de relevante para os holofotes da Câmara dos Deputados em Brasília. Tudo começou com outro grupo de guerreiros lá do Rio Grande do Sul, que com o apoio de um Deputado também guerreiro, criaram o Projeto de Lei 1211/11 de Regulamentação da Profissão. Não desmerecendo outros companheiros que também tentaram aprovar projetos semelhantes, nenhum outro conseguiu chegar ao patamar deste último, que foi aprovado por unanimidade recentemente na CCJ da Câmara dos Deputados no último dia 10 de junho. E pela primeira vez na história da nossa classe, vi a categoria dos detetives envolver-se na causa, apoiando, manifestando-se nas redes sociais, e reunindo-se para um debate mais profundo. Foi então criada a Comissão Nacional dos Detetives. Estamos todos nós de parabéns, não só pelas conquistas, mas também pela união em torno da causa. Por isso digo que temos muito que comemorar. Comemorar nossas últimas conquistas e principalmente a nossa união.

Parabéns companheiros detetives de todo Brasil.

Juntos Somos Fortes!

Luiz Gomes Diretor Presidente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

scroll to top