TODOS PRECISAMOS ESTUDAR O PASSADO, PARA COMPREENDER O PRESENTE E MUDAR O FUTURO

detetive-olhar-futuro.jpg

Muito se fala sobre o futuro do profissional detetive particular.

Como deve ser o que é melhor para todos!

Debates intermináveis tomam conta das rodas de discussões, sejam nas redes sociais, em reuniões de entidades de classe ou em grupos fechados.

O vislumbre por um futuro melhor divide opiniões, fomenta debates acalorados, às vezes ofensivos, e atiça a imaginação daqueles que sonham com dias melhores para toda a classe. Mas é preciso entender que para alcançarmos um futuro melhor é preciso estudar o passado e compreender o presente.

Não há como viver um futuro melhor se o plano para alcançar este melhor não passar por uma revisão sobre o passado e o presente. O passado e o presente é que darão a resposta do que fazer para alcançar o tal futuro melhor que todos almejam.

É olhando para o passado e entendendo o que se passa no presente que vamos encontrar a resposta para avançarmos e conquistarmos um futuro melhor para todos.

Os erros do passado e o sofrimento do presente deverão servir de exemplo para não cometermos os mesmos erros no futuro. O desafio é grande!

Para que tenhamos êxito neste grande desafio é preciso duas coisas: Deixar as picuinhas e os interesses pessoais de lado. Mas não se deve confundir interesses pessoais com projetos pessoais, porque são coisas totalmente distintas.

Olhar para o futuro não é somente olhar para a frente.

Temos que aprender com o nosso passado e fazer um presente ativo e consciente para colhermos bons frutos daquilo que executamos agora.

Não há dúvidas de que planejar o futuro é agir no presente. Todo conhecimento que é conquistado só será refletido no futuro.

Mas antes de tudo é importante observar que o desejo de alguns para o futuro pode não ser bom para outros. E o que parece bom para outros pode ser prejudicial para muitos.

Daí a importância de estudar o passado e compreender o presente. Pois não há a possibilidade de vislumbrar um futuro melhor sem reconhecermos os erros do passado e o sofrimento do presente.

Que o espírito natalino que se aproxima alcance os corações daqueles que desejam um futuro melhor para toda a classe.

O espírito natalino que representa o nascimento de Jesus Cristo tem o poder de causar essa transformação em nós.

Feliz Natal!

É o que deseja a diretoria da ANADIP para todos os detetives particulares do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

scroll to top